• 16/01/2020
dicas de planejamento de obras eficiente

Um bom planejamento de obras deve englobar muitas etapas de um projeto. Por isso, é importante desenvolvê-las com muita atenção para que  possa ser aplicado dentro da realidade da construção. 

Existem casos em que o planejamento parece eficiente no papel, mas ao longo da execução, não é possível colocá-lo em prática. Com isso, as etapas de pré-obra devem ser muito bem trabalhadas. 

Inicialmente é importante reunir todas as informações possíveis previamente à realização da obra, levando em consideração os potenciais imprevistos tornando o projeto utilizável na prática.  

Conheça as principais etapas de um projeto de construção para a organização de um planejamento de obras eficiente:  

Análise do local e levantamento de informações

Um projeto de construção, seja ele de qual segmento for, deve sempre considerar as informações de campo, com dados e aspectos do terreno e seus arredores. Caso contrário, problemas podem ocorrer durante a execução. 

Produção do projeto arquitetônico 

Deve-se chegar a um consenso com o arquiteto responsável, em relação aos desejos e possibilidades dentro do orçamento estabelecido. Normalmente, são desenvolvidas soluções para as demandas existentes, explicando eventuais diferenças entre o solicitado e o que pode ser, de fato desenhado. 

Nesse ponto, é necessário atender aos requisitos do usuário, previstos na NBR 15575. 

Desenvolvimento dos desenhos 

Os desenhos devem ser desenvolvidos levando em consideração a realização da obra, contendo o máximo de detalhes e informações possíveis para que seja possível seguir o acordo entre arquiteto e proprietário, não deixando espaços para dúvidas e possíveis erros. 

O projeto deve conter um material descritivo incluindo todos os itens que serão utilizado na execução. 

Revisão e aprovação 

Revisões podem ser solicitadas para o esclarecimento de dúvidas e correção de erros antes da realização da obra. É importante que os projetos sejam analisados em conjunto para evitar problemas que podem prejudicar a integridade estrutural da obra. 

Legalização da obra 

Na maioria das vezes, utilizando o projeto base, é possível realizar a preparação da documentação para apresentar à prefeitura e durante esses processo, também devem ser pagas algumas taxas, de acordo com as lei locais. 

A execução da obra só pode começar a partir da aprovação da prefeitura, portanto, tudo deve ser bem planejado e conduzido para que não ocorram atrasos. 

Definição de prazos e orçamentos de materiais e mão de obra

A construção deve ter um planejamento para sua data final, assim como para o desenvolvimento de cada serviço. Portanto, é importante a criação de um calendário de realização da obra. 

É necessário que o custo da obra seja estabelecido através de um orçamento prévio. Dentro desse orçamento, uma das etapas são os gastos com materiais e mão de obra, junto com o levantamento de quantidade dos mesmos. 

Execução e acompanhamento

Finalmente a parte de construção chega, não sendo isolada das etapas anteriores. Podendo sempre ocorrer revisões de projetos, prazos, custos e mudanças na legalização da obra. 

Ainda assim, com um planejamento e um orçamento bem elaborados e projetos consolidados, a realização tende a ser facilitada.